Véinha enxuta.

Preciso retocar a raiz


Hoje teimei com tudo e com todos e fui caminhar, desculpa mas não consigo comer e comer sem gastar quase nada, só acumular sem renovar e trocar.
Calçei meu tênis e minha coragem e fui, achando tudo meio bosta porque pra quem corre, caminhar não faz muito sentido, é tudo tão lento, tão sem exigência, mas como o Dr. Calil ameçou colocar de volta todas as banhas que ele retirou se eu teimar em fazer exercício antes da hora, não tive escolha.
Encontrei um grupo de velhinhas que estavam caminhando e pensei: Putz só o que me faltava caminhar com a quinta idade, desculpa aí mas não vai dar não, vou ultrapassar e ficar bem longe delas. Foi quando acelerei meus passos e senti minha barriga esticar, quase rasgar, minhas costas queimarem num grau, tenho quase que certeza que o médico não usou uma cânula na lipo e sim um maçarico. Desacelerei mais que o Rubinho Barrichelo, quase parei, foi quando aquele exército de velhinhas crocheteiras me alcançou e uma delas me disse: Vc tá bem filha? Olha no começo vc tem que ir mais devagar se não vc não aguenta, nós vamos rápido, porque estamos acostumadas. Olhei pra ela (Atenção: Alerta vermelho para reação Suzane Louise von Richthofen) com um olhar de maníaca do bairro e ela nem se tocou ficou oferecendo ajuda do alto de seus 98 anos. Pensei que da proxima vez vou me vestir melhor, porque se eu matar essa velhinha pelo menos apareço no Datena com uma cara boa, pois se aquela loira gorda que matou o amante no motel o Datena a chama de Loira bela e fatal eu pelo menos tenho potencial pra melhorar essa manchete, sei não acho que tenho ciúmes do Datena. Bem, saindo do meu mundinho cão, voltei pra casa p da vida, peraí só p da vida não, voltei o alfabeto inteiro da vida. O Paolo vive me falando que tô ótima, mas sou rebelde, dou um sorrisinho, mas por dentro no fundo do meu miocárdio eu não concordo, mas só tenho coragem de expressar minhas opniões até a página 2.
Gente vou sair senão cometo uma loucura, acho poético quem diz “cometer loucura” no lugar de suicídio me sinto Elis Regina, Maysa……

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s