Gislaine, Fernanda, Cissa, Nina, Fabíola, Janaina, Lucinda, Cleide , Tuthy e quem mais chegar

Esse post é pra agradecer algumas meninas que são umas queridas:
Gislaine Cunha @GigiDiasCunha ela leu meu post anterior e comentou que o portão que eu citei parecia o portão do filme Jardim Secreto. Obrigada querida pela dica, comprei o livro o qual o filme foi baseado de presente pra mim rsrsr quero ver meu portão no Jardim Secreto.


Quero agradecer a Fernanda Reali @fernandareali que compartilhou no seu blog o Pão Australianoque ela fez. Fernanda encontrei a massa no Wal Mart obrigada, quando eu fizer posto uma foto.
A @CissaBranco do blog Sobreviveremsinop que me inspira com seus post e comentarios no meu humildezinho aqui.
A Nina do Entre mãe e filha que depois de passear no Brasil fez uma série de posts sobre a impressão que levou da nossa terrinha e me divertiu muito com a possibilidade de ter alguém com quem dividir a estranha sensação de ser de lugar nenhum. É pra vc Nina que mando esse link Academia de um e-mail que mandei quando morei na Espanha contando das minhas desventuras na piscina (totalmente gratuita) do bairro.
E não poderia deixar de citar a Fabíola Passos do Meu espaço do meu jeito que fez esse post lindo Amor de forma simples pra mim foi um presente de Deus isso é o que chamo de confort food, me deu uma vontade imensa de estar com ela naquela cozinha e tomar aquele cafezinho delicioso feito no coador de pano.

Por falar em confort food, eu faço parte de um movimento que começou na Italia e hoje tem sua representatividade no Brasil e como o próprio nome diz é o contrario de fast food, é o prazer de preparar e comer as refeições de maneira lenta, prazerosa, respeitando o meio ambiente e a nossa saúde. Segue o post que recebi hoje, leia veja no site
O café da manhã

por Neide Rigo
Texto de Neide Rigo

Às vezes me pergunto como a indústria alimentícia conseguiu convencer toda uma geração de mães e filhos de que comer sucrilhos pela manhã é mais saudável que um copo de leite e um pão com manteiga. Ou uma tapioca, um pedaço de mandioca cozida, uma banana-da-terra assada, um pedaço de bolo de fubá. E que dá nome a isto de “cereais matinais”. Nos filmes americanos do século passado já me causava espanto aquela imagem recorrente da mãe atarefada com os filhos escolares abrindo o armário, pegando uma caixa e despejando numa bacia aquela coisa seca e barulhenta como um tanto de ração. Um tanto de leite gelado direto da caixa e estava ali a primeira refeição do dia. Daquilo para uma coisa chamada ração humana seria um passo. Não deu outra – hoje temos a ração com este nome.

Mas, voltando aos sucrilhos que nada mais são que disfarces de ração, basta dar uma olhada no rótulo para constatar algumas coisas: é formado basicamente de milho e açúcar (cada porção de 30 g tem 12 g de açúcar e 18 g de milho), tem zero de fibras em cada porção, tem tão poucos nutrientes que vitaminas e minerais precisam ser adicionados (é como comprar a comida com atestado de pobreza – você leva aquele produto sem nada e junto vai um tanto de comprimidos de suplementos que servem para dar uma pseudo qualidade à coisa). E o tamanho da porção? Cabe numa mão. Será que alguém come só aquilo? Bem, se comer mais, azar, pois vai comer o dobro de açúcar, de calorias, de suplementos. Se naquela porção você consegue satisfazer cerca de 25% das suas necessidades em vitaminas, das duas uma: ou você vai se entupir de vitaminas e enfrentar seus efeitos cumulativos tóxicos, já que no mercado hoje há mais produtos vitaminados do que você possa imaginar, ou você está pagando por um suplemento que não quis comprar mas teve que engolir e que vai todo para o ralo. Como nosso organismo foi moldado ao longo da evolução para assimilar e processar nutrientes complexados nos alimentos, as duas coisas deve acontecer dependendo do aditivo.
Uma porção é isto

Do conhecido, seria mais ou menos isto


Mas nós sabemos que o marketing da indústria alimentícia tem mais poder e dinheiro que aquele gasto pelo Estado com educação nutricional. E não é só nesta área. Não fosse a propaganda, patrocinadores não teriam convencido tanta gente do bem (e grande parte da mídia, gente importante e formadora de opinião) a achar bonito e estimulante ver alguém socando o outro encharcado de sangue ao vivo e nas telas da TV, assim como os bestiais espetáculos de maus tratos de animais nos rodeios. Tudo isto aplaudido em verdadeiras arenas medievais. Com bom marketing tudo se consegue. Mas eu só ia falar do café da manhã…

Então, voltando ao Sucrilho, o que tenho aqui em mãos (comprei para um trabalho que vou apresentar) é de chocolate e ainda assim precisa de sal, aromas artificiais de caramelo e baunilha, corante vermelho allura e azul brilhante etc. E é doce, tão doce…

Outro dia uma amiga me contou que o pai procurou ajuda profissional para emagrecer e desistiu. A dieta receitada era simplesmente impraticável – não só por este modelo de consumo, mas também pelo falta de apelo sensorial. Pelo café da manhã e lanche, você conclui o resto do dia: 250 ml de leite desnatado Molico Cálcio em pó ou 300 ml de leite de soja light Suprasoy/ 2 fatias de pão integral light (torradas) ou 3 torradas Bauduco integral light ou 4 torradas Magic Toast Marilan light ou integral/ Queijo cottage/ cobertura de requeijão ou cream cheese light ou Polenguinho com cálcio e fibras light. No lanche da tarde: 2 fatias de pão integral light + queijo minas/ 1 fruta + iogurte Activia Zero, 1 fruta picada + 1 colher de cereal/ Vitamina – 1 iogurte Activia zero com probióticos/ 100 ml de leite desnatado. Apeteceu?

Por que será que é tão difícil seguirmos pelo caminho do bom senso, do gostoso, confortável e moderado? O meu café da manhã é sempre muito frugal: café coado com pouco açúcar (quase sempre o único açúcar que consumo no dia), kefir feito com leite integral batido com alguma fruta, 2 fatias de pão feito por mim (com manteiga ou pasta de amendoim ou geleia – tudo em pequena quantidade) e, quando tem – quase nunca, um pedaço de queijo. No dia-a-dia é isto. De fim de semana pode ter, mas nem sempre tem, um suco, umas bananas cozidas, umas frutas picadas, panquecas, mingau, cuscuz. Nada de diet, light, zero. E aquelas taxas todas, estão, sim, todas dentro do limite, obrigada. O caminho é a moderação. Mas e o seu café da manhã, como é? Clique e conte.

Ah! Queria agradecer também a Janaína, Lucinda, Cleide e Tuthy e a todas que me enchem de alegria com seus comentários afetuosos.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

11 respostas para Gislaine, Fernanda, Cissa, Nina, Fabíola, Janaina, Lucinda, Cleide , Tuthy e quem mais chegar

  1. Bianca disse:

    Ola! Vc nao me conhece, mas descobri seu blog pelo facebook do Paolo (tambem sou matematica, moro nos EUA). Eu nao sou muito de escrever um comentario, mas esse seu post, mais uma vez, tirou as palavras da minha boca. Acho irritante demais que tentem me convencer de que comecar um dia comendo racao eh saudavel, e outras coisas do genero. Um topico que acho tambem particularmente irritante sao os ditos vegetarianos saudaveis, que se entopem de macarrao com queijo artificial (mac and cheese, feito com velveeta, que nem queijo eh), e ficam me tacando pedras quando eu escolho meu inocente franguinho…

    Concordo com vc que a chave para isso tudo eh bom senso e moderacao, com isso tudo funciona. Recomendo um documentario bem-humorado que satiriza a industria alimenticia americana, se chama “Fat Head”. O Site online eh http://www.fathead-movie.com/.

    E alias, respondendo aa sua pergunta: cafezinho com leite, e meio paozinho com manteiga eh o meu cafe da manha!

    • diacuy disse:

      Olá Bianca eu lembro de vc, uma vez almoçamos em grupo no Clube dos professores na USP, faz um tempinho já. Menina conheço tanto vegetariano que só come M… e se diz saudável kkkkk Abafa.

  2. Cintia Branco disse:

    Lola,

    Menina, que prazer estar aqui, muito feliz e honrada em ser citada por você.
    A questão da alimentação é uma coisa séria, assisti há uns 2 anos creio, uma série do chef Jamie Oliver que tinha por objetivo levar comida saudável para algumas escolas em uma província da Inglaterra. Fiquei pasma, as crianças não sabiam segurar talheres, nunca tinha comigo legumes e verduras. Sentiam ânsias quando viram uma coxa de frango, e isso num país desenvolvido, a maioria só conhecia fast food. Então quando vemos essas coisas entendemos o porque dos cereais serem um sucesso.
    Grandes beijos e obrigada mais uma vez

    • diacuy disse:

      Eu assisti tb essa série, muito boa, comer bem na Inglaterra…..precisa mudar uma geração. Beijo a vc. Hj é aniversário do Pietro meu filho mais velho de 12 anos. Lembrei do seu post lindo.

  3. nina disse:

    Tu é uma querida Lola!!!!!!!!!!!! Obrigada, vou ler agora mesmo o outro post. Sabe Lola, ate me sinto meio mal com essa minha impressao do Brasil, afinal,todo mundo cobra da gente amor cego à pátria, né? Qd digo,p. ex., que nao sinto saudade, o povo me olha como se eu fosse do outro mundo. Mas é verdade, o que eles querem que eu faca? Que eu minta? Só o que me prende ao Brasil é a minha família que mora toda lá e esse sangue que corre nas veias, que afinal, me faz p. ex., querer dar sempre uma sambadinha ao ouvir um samba lindo 🙂

    Sobre alimentacao, sim, vc tem toda razao, é um horror. A gente no Brasil é mt americanizado, tomamos tudo como se fosse a coisa mais certa a fazer, como se os americanos fossem os senhores da razao.
    Adorei o comfort food, mt boa ideia.

  4. nina disse:

    Li o teu texto no link, que coisa né? E é bem assim mesmo. Meu filho disse que nao entendeu como lá no Brasil todo mundo acha que ele é rico porque mora aqui. Mas foi ele que achou todo mundo rico no Brasil. Chegou de lá ,tadinho, ele tem 14 anos e anda deslumbrado com essas coisas, dizendo que no Brasil só tem gente milionária… a irma mais velha que tem melhor visao das coisas, e que me confidenciou que nao se vê como brasileira, explicou pra ele que aquilo é tudo fachada, que as meninas vivem em salao e estao sempre endividadas (ou endividando os pais) com tantos gastos com roupas e sapatos de grife. Só pra aparecer.
    Eu acho certas coisas tao absurdas, que fico até sem palavras.

  5. Lola,
    Fiquei emocionada ao entrar e ver sua postagem. És mesmo uma fofa. Tô sem palavras. E a respeito do portão que talvez pareça não levar a lugar algum, pense que ele pode te levar onde sua imaginação permitir. Amo pessoas como você que interagem com as leitoras, afinal não teria sentido o blog se não fosse essa troca de experiências que aontece aqui. Alguns dias você nos faz rir e em outros nos emociona! Muito legal!
    Bejinhos♥♥♥

  6. Jana disse:

    Querida Di! Obrigadíssima pelo carinho!!! Nossa, ser parte de um título seu é um privilégio!!! Quase tão grande qto tê-la como pessoa querida!
    Interessante pensar como há pessoas q conhecemos tão pouco e q queremos bem como se conhecêssemos de uma vida!!!
    Obrigada por permitir q eu faça parte de sua vida, ainda q estando distante. Mil bjs emocionados e agradecidos. ;o)

  7. Fabíola disse:

    Oi querida e linda amiga!!!!
    Fiquei muito feliz e emocionada com tamanho carinho ao descrever o post que fiz, presente de Deus, que maravilha e de fato o é, pequenos hábitos, formas de se fazer e enxergar a vida que nos mostra a felicidade em pequenos momentos, e isso é um presente que Deus nos da todos os dias, e a maioria das pessoas esta tão ocupada à procura da felicidade distante, que não percebe o amor e felicidade em um cheirinho de café fresquinho, em um barulhinho de chuva caindo no chão, no vento que faz as flores e folhas das árvores dançarem uma linda melodia.
    Sou adepta a uma alimentação moderada sim, onde vc se permiti saborear um doce em uma pequena quantidade, tomar um sorvete em um dia de calor, comer aquele pãozinho fresquinho, ainda quentinho que a manteiga derrete ao seu contato, aquele leite com café, hummm.
    As maravilhas da vida são feitas em pequenos momentos, então pra que essa história de sereal com leite frio, uma dieta de passa fome, haaaa para, se modere e seja feliz. Até exercícios ao extremo faz mal a saúde, ou seja tudo que é demais um dia sobra rs.
    Mais uma vez obrigada pelo carinho e vou guardar em meu coração suas palavras lindas.
    Bjos e tenha um fim de semana prazeroso e muito abençoado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s